Marcadores

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

Novidades!

A "corrente dos Arcanjos", a autêntica devoção aos Santos Anjos

Do blog Fiel Católico:



RECEBEMOS RECENTEMENTE o pedido de orientação de um nosso leitor, - o qual não terá o seu nome divulgado, - querendo saber sobre a posição da Igreja quanto à adesão de católicos a uma tal "corrente dos Arcanjos", da qual consta a invocação a certos "anjos" que não são reconhecidos pela Igreja e não constam da Sagrada Escritura e nem da tradição cristã.

Acreditando que esse assunto (adesão de católicos a rituais, orações e práticas estranhas à doutrina cristã) seja do interesse de outros leitores, achamos por bem compartilhar nossas orientações. Que sejam úteis:

Eis aí um grande problema dos chamados "católicos mornos", que pensam mais ou menos assim: "Sou católico(a), mas não vejo problema em experimentar essa pequena magia que estão me recomendando."... "Sou católico(a), mas não vejo problema em ir ao centro espírita, de vez em quando."... "Sou católico(a), mas não vejo problema em acreditar nesta 'simpatia' que estão me recomendando."... São estes que comprometem e mancham a imagem dos verdadeiros fiéis católicos, pois os adeptos de outras religiões vêem seu mal exemplo e pensam que é a Igreja Católica que ensina a agir assim.

Na verdade, a tal "corrente dos Arcanjos" é pura prática de magia, a chamada "magia branca", que pretende manipular forças e "entidades" da natureza em troca de favores pessoais. As invocações incluem "Uriel" e "Metatron", anjos que têm origem no misticismo judaico e são utilizados em práticas ocultistas. Atenção: a prática de rituais como esse, segundo a doutrina católica, é pecado mortal. Diz o seguinte, a esse respeito, o Catecismo da Igreja Católica:

"É pecado mortal o que tem por objeto uma matéria grave, e é cometido com plena consciência e de propósito deliberado. A matéria grave é precisada pelos dez Mandamentos, segundo a resposta que Jesus deu ao jovem rico: 'Não mates, não cometas adultério, não furtes, não levantes falsos testemunhos, não cometas fraudes, honra pai e mãe' (Mc 10, 18). A gravidade dos pecados é maior ou menor: um homicídio é mais grave que um roubo. A qualidade das pessoas lesadas também entra em linha de conta: a violência cometida contra pessoas de família é, por sua natureza, mais grave que a exercida contra estranhos. Para que o pecado seja mortal tem de ser cometido com plena consciência e total consentimento. Pressupõe o conhecimento do carácter pecaminoso do acto, da sua oposição à Lei de Deus. E implica também um consentimento suficientemente deliberado para ser uma opção pessoal. A ignorância simulada e o endurecimento do coração (97) não diminuem, antes aumentam, o carácter voluntário do pecado. (...) O pecado cometido por malícia, por escolha deliberada do mal, é o mais grave. O pecado mortal é uma possibilidade radical da liberdade humana, tal como o próprio amor. Tem como consequência a perda da caridade e a privação da graça santificante, ou seja, do estado de graça. E se não for resgatado pelo arrependimento e pelo perdão de Deus, originará a exclusão do Reino de Cristo e a morte eterna no Inferno, uma vez que a nossa liberdade tem capacidade para fazer escolhas definitivas, irreversíveis. No entanto, embora nos seja possível julgar se um ato é, em si, uma falta grave, devemos confiar o juízo sobre as pessoas à justiça e à misericórdia de Deus." (CIC §1857 - §1861)

Assim, alguns dos principais pecados mortais são: a prática sexual fora do casamento, os atos homossexuais, a prática de magia, a blasfêmia, o maltrato aos pais, o roubo, o assassinato, a calúnia e outros relacionados (10 Mandamentos).

"Conheço as tuas obras: não és nem frio nem quente. Quisera que fosses frio ou quente! Mas, como és morno, nem frio nem quente, vou vomitar-te." (Ap 3,16)

Se alguém tem o desejo de pedir a intercessão e a proteção dos santos anjos, é louvável, mas que faça do jeito certo, conforme orienta a santa Igreja Católica, que é "a coluna e o fundamento da Verdade" para todo cristão (1Tm 3,15). Publicamos abaixo uma bela e piedosíssima sugestão: a Coroa de São Miguel Arcanjo, que é o Príncipe da Milícia Celeste:

SOBRE SÃO MIGUEL ARCANJO


+
Informe aqui o seu email, para receber nossas publicações:


Delivered by FeedBurner.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ladainha de Nossa Senhora ou de Loreto

Orações Jaculatórias

Os benefícios de rezar pelas Almas do Purgatório

Mãe do Salvador, rogai por nós!

Mãe do Salvador, rogai por nós!
Clique e reze o Terço

Vale a pena ler

Vale a pena ver...